Por uma igreja de rosto amazônico. Inculturação dos ministérios eclesiais

Sinivaldo Silva Tavares

Resumo


Na Exortação pós-sinodal Querida Amazônia, o Papa Francisco apresenta o Documento final do sínodo “de maneira oficial” e, por esta razão, em vez de querer superá-lo ou substituí-lo, convida “a lê-lo integralmente”. Daí o fato de sugerir “uma recepção harmoniosa, criativa e frutuosa de todo o caminho sinodal” (QA, 2). Como articular o Documento final com a Exortação pós-sinodal com vistas a uma potencialização recíproca? Reputa-se que questões candentes emersas no curso do longo processo sinodal continuam postas sobre a mesa. E isso justificaria, portanto, o fato de se continuar refletindo sobre as mesmas. A teologia tem por missão iluminar a prática pastoral no intuito de torná-la mais lúcida e eficaz. Nesse sentido, serão aqui problematizadas algumas das questões em torno a três nós temáticos: 1) a Igreja faz a Eucaristia, mas é a Eucaristia que edifica a Igreja; 2) a ”privatização” do ministério ordenado e da eucaristia; 3) a relação entre “sacerdócio batismal” e “sacerdócio ministerial”. Antes, porém, são partilhadas algumas perplexidades relativas, sobretudo, às questões tratadas nos parágrafos que se situam no quarto capítulo, intitulado “Sonho eclesial”, e, mais precisamente, nos números relativos à “inculturação do ministério” (n. 85-90) e à “força e dom das mulheres” (n. 99-103). Manifesta-se, enfim, a convicção de que tais questões devam ser analisadas e aprofundadas no horizonte de uma eclesiologia de comunhão enredada ao redor do binômio comunidade-ministérios.

Abstract: In the post-synodal Exhortation Dear Amazon Pope Francis presents the final document of the synod “in an official manner” and for this reason, instead of wanting to go beyond or replace it invites us to “read it in its entirety”. Hence his suggestion for “a harmonious, creative and fruitful reception of the entire synodal path” (QA, 2). How to link the final Document with the post-synodal Exhortation with the intention to produce a reciprocal enhancement? It is believed that complex topics kept under the surface throughout the long synodal process continue on the table. This would justify, therefore, the fact that we continue to reflect about them. Theology has as its mission to throw light on the pastoral practice in order to make it clearer and more effective. In this sense, some of the issues around three thematic knots there will be discussed and analyzed here: 1) the Church makes the Eucharist but it is the Eucharist that builds the Church; 2) the “privatization” of the ordained ministry and of the Eucharist; 3) the relation between “baptismal priesthood” and “ministerial priesthood”. Before this, however, some perplexities related, above all, to the issues dealt with in some paragraphs of the fourth chapter – entitled Ecclesial Dream – are shared. And, more precisely, the numbers related to the “enculturation of the ministry” (n.85-90) and to “the strength and gifts of women” (n. 99-103). Finally, the conviction that such issues must be further analysed and studied more deeply in the horizon of a communion ecclesiology entangled with the binomial community-ministries.

Keywords: Eucharist; Inculturation; Baptized priesthood; Community; Ministries.


Palavras-chave


Eucaristia; Inculturação; Sacerdócio dos batizados; Comunidade; Ministérios.

Texto completo:

PDF

Referências


ADINOLFI, M. Il sacerdozio comune dei fedeli. Roma: Editrice Antonianum, 1983.

AGUSTINUS. Sermo 227, 1: PL 38, 1099.

AGUSTINUS. In Iohannis Evangelium Tractatus, 21, 8: PL 35, 1568.

ASSMANN, H. (Org.). René Girard com teólogos da libertação: um diálogo sobre ídolos e sacrifícios. Petrópolis: Vozes, 1991.

CHAUVET, L.-M. Symbole et Sacrement. Une relecture sacramentelle de l’existence chrétienne. Paris: Les Éditions du Cerf, 1987.

DE LUBAC, H. Corpus mysticum. L’eucharistie et l’église au Moyen Âge. Étude historique. Paris: Aubier-Montaigne, 1949.

FRANCISCUS, Papa. Querida Amazônia. Exortação Apostólica Pós--sinodal do Santo Padre Francisco ao povo de Deus e a todas as pessoas de boa vontade. São Paulo: Loyola, 2020.

GIRARD, R. La Violence et le sacré. Paris: Grasset: 1972.

GIRARD, R. Des choses cachées depuis la fondation du monde. Paris: Grasset, 1978.

TABORDA, F. A Igreja e seus ministros. Uma teologia do ministério ordenado. São Paulo: Paulus, 2011.

TAVARES, S.S. Liturgia como lugar da teologia. A relevância de um antigo princípio. Revista Eclesiástica Brasileira, Petrópolis, v. 66, n. 261, p. 5-25, jan., 2006.

TAVARES, S.S. Palavra e sacramento: correspondência recíproca. In: RIVAS, E.; GODOY, M. Memória e caminho: liturgia e vida cristã. Homenagem a Francisco Taborda SJ em seu 80º aniversário. Belo Horizonte; São Paulo: FAJE; Loyola, 2018. p. 141-158.

VANHOYE, A. Prêtres anciens, prêtre nouveau selon le Nouveau Testament. Paris: Éditions du Seuil, 1980

VIER, R. (Org.). Compêndio do Vaticano II. Constituições, decretos, declarações. 29. ed. Petrópolis: Vozes, 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.29386/reb.v80i316.2047

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Eclesiástica Brasileira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Instituto Teológico Franciscano
Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil