O Papa Francisco e o Sínodo amazônico. Novos impulsos para a inculturação

José Reinaldo Felipe Martins Filho

Resumo


A partir das ressonâncias provocadas na Igreja latino-americana pelo Sínodo da Amazônia, ocorrido em novembro de 2019, este texto pretende particularizar a questão da inculturação como um importante prisma desde o qual pode ser interpretado não apenas o movimento sinodal, mas a concepção eclesiológica inerente ao magistério de Francisco, que, para nós, é indissociável de quaisquer tentativas de leitura dos últimos acontecimentos. Nesse sentido, o Sínodo Amazônico representa uma espécie de ápice do processo instaurado pelo papa, a começar pelos primeiros documentos emanados de seu pontificado. É, além disso, uma forma de dar protagonismo à Igreja na América Latina, oportunidade de discussão de sua realidade específica, seus desafios e conquistas, a fim de contribuir com o cristianismo católico em todo o mundo. É possível, por isso, estabelecer o percurso sinodal na continuidade de concepções já instauradas pelos documentos da Conferência Episcopal Latino-americana e Caribenha (CELAM), talvez como o mais importante acontecimento em termos eclesiais e pastorais dessa porção da Igreja desde o Concílio Vaticano II. Ao enfatizarmos a questão da inculturação, portanto, pretendemos: por um lado, salientar a importância desse conceito retomado por Francisco e novamente manifesto nas discussões sinodais, no Documento Final do Sínodo e na Exortação Pós-Sinodal Querida Amazônia; por outro, sinalizar o caráter embrionário do estágio em que nos situamos, ao qual seguirá a implementação de novas abordagens e concepções pastorais, com efeitos diretos sobre a leitura e a vivência do catolicismo no Brasil.

 

Based on the resonances provoked in the Latin American Church by the Amazon Synod, which took place in November 2019, this text intends to highlight the issue of inculturation as an important prism from which not only the synodal movement can be interpreted, but the conception ecclesiological nature inherent to the teaching of Francis, which, for us, is inseparable from any attempts to read the latest events. In this sense, the Amazon Synod represents an apex of the process initiated by the pope, starting with the first documents emanating from his pontificate. It is, moreover, a way of giving prominence to the Church in Latin America, an opportunity to discuss its specific reality, its challenges and achievements, in order to contribute to Catholic Christianity worldwide. It is possible, therefore, to establish the synodal path in the continuity of conceptions already established by the documents of the Latin American and Caribbean Episcopal Conference (CELAM), perhaps as the most important event in ecclesial and pastoral terms of this portion of the Church since the Second Vatican Council. In emphasizing the issue of inculturation, therefore, we intend: on the one hand, to stress the importance of this concept taken up by Francis and again manifested in the synodal discussions, in the Synod Final Document and in the Querida Amazonia Post-Synodal Exhortation; on the other hand, to signal the initial character of the stage in which we are, which will follow the implementation of new approaches and pastoral concepts, with direct effects on the reading 
and the experience of Catholicism in Brazil.


Keywords: Inculturation; Pope Francis; Amazon Synod; Culture.


Palavras-chave


Inculturação; Papa Francisco; Sínodo Amazônico; Cultura.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, A.J. Milhares de comunidades sem Eucaristia interpelam o Sínodo da Amazônia. Revista Pistis & Praxis de Teologia e Pastoral, Curitiba, v. 11, n. 3, p. 585-616, set./dez. 2019.

ALMEIDA, A.J. Procuram-se padres: centralidade da Eucaristia e escassez

de clero. São Paulo: Paulinas, 2018.

BAKHTIN, M.M. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento:

o contexto de François Rabelais. Tradução de Yara Frateschi Vieira. São

Paulo: Hucitec, 2010 (Linguagem e Cultura, 12).

BRIGHENTI, A. A sinodalidade como referencial do estatuto teológico

das conferências episcopais. Atualidade Teológica, Rio de Janeiro, v. 24, n. 64, p. 197-213, jan./abr. 2020.

CANCLINI, N.G. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. Tradução de Heloísa Pezza Cintrão, Ana Regina Lessa; tradução da introdução de Gênese Andrade. 4.ed. 5.reimp. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2011 (Ensaios Latino-americanos, 1).

CELAM, Conferência Episcopal Latino-Americana e Caribenha. Documento de Puebla. Disponível em: . Acesso em: 12 fev. 2020.

CELAM, Conferência Episcopal Latino-Americana e Caribenha. Documento de Aparecida. Disponível em: . Acesso em: 18 fev. 2020.

CHUPUNGCO, A.J. Liturgias do futuro: processos e métodos de inculturação. São Paulo: Paulinas, 1994.

CHUPUNGCO, A.J. Inculturação Litúrgica: sacramentais, religiosidade e catequese. São Paulo: Paulinas, 2008 (Coleção celebrar e viver a fé).

CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Diretrizes Gerais para a Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil – 2015-2019. Disponível em:

doc102_DGAIB_2015_2019.pdf>. Acesso em: 15 fev. 2020.

ECCO, C.; MARTINS FILHO, J.R.F. Celebrar a vida é viver a fé: sobre o conceito de inculturação no catolicismo pós-conciliar. Revista de Teologia e Ciências da Religião da UNICAP, Campinas, v. 6, p. 505-522, 2016.

FRANCISCO, Papa. Carta Encíclica Lumen Fidei (2013). Disponível em:

papa-francesco_20130629_enciclica-lumen-fidei. html>. Acesso em: 14 fev. 2020.

FRANCISCO, Papa. Exortação Apostólica Evangelii Gaudium – sobre o anúncio do Evangelho no mundo atual (2013). Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2020.

FRANCISCO, Papa. Exortação Apostólica Pós-Sinodal Querida Amazonia

(2020). Disponível em:

pt/apost_exhortations/documents/papa-francesco_esortazione-ap_

_querida-amazonia.html>. Acesso em: 12 fev. 2020.

JOÃO PAULO II, Papa. Carta Encíclica Fides et Ratio (1998). Disponível

em:

documents/hf_jp-ii_enc_14091998_fides-et-ratio.html>. Acesso em:

fev. 2020.

JOÃO PAULO II, Papa. Exortação Pós-Sinodal Ecclesia in Oceania (2001). Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2020.

JOÃO PAULO II, Papa. Carta Encíclica Ecclesia de Eucharistia (2003).

Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2020.

JOÃO PAULO II, Papa. Exortação Apostólica Pós-Sinodal Pastores Gregis (2003). Disponível em:

ii/pt/apost_exhortations/documents/hf_jp-ii_exh_2 0031016_

pastores-gregis.html>. Acesso em: 18 fev. 2020.

MALINOWSKI, B. Magia, ciência e religião. Tradução de Maria Georgina

Segurado. Lisboa: Edições 70, 1988.

MARTINS FILHO, J.R.F. Sobre o protagonismo laical do catolicismo popular: pistas para reflexão. Revista Eclesiástica Brasileira, v.78, n. 311, p. 679-694, set./dez. 2018.

MARTINS FILHO, J.R.F. Cantadores do Reino, Foliões dos Santos Reis:

um estudo sobre a inculturação da música litúrgica em Goiás. 1. ed.

Goiânia: Espaço Acadêmico, 2019.

MARTINS FILHO, J.R.F. O que é inculturação: cultura e liturgia em diálogo. 1. ed. Goiânia: Editora Prime, 2019 (Coleção Prosa e Verso).

MARTINS FILHO, J.R.F. Um sonho ecológico para a Igreja: o magistério

de Francisco da Laudato Si’ ao Sínodo para a Amazônia. Atualidade Teológica, Rio de Janeiro, v. 24, n. 64, p. 104-126, jan./abr. 2020.

MELLO, L.G. Antropologia Cultural. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 1987.

ORTIZ, F. Contrapuento cubano del tabaco y el azúcar. Caracas: Biblioteca Ayacucho, 1987.

RAVASI, G. Editorial: Culto y cultura. Tradução para o castelhano de José Antonio Goñi. Cuadernos Phase, Barcelona, v. 206, p. 5-11, mar./abr. 1995.

REPAN, Rede Eclesial Pan-Amazônica. Assembleia Especial para a Região

Pan-Amazônica. Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral. Instrumentum Laboris. Brasília: Edições CNBB, 2019.

SÍNODO DOS BISPOS. Assembleia Especial para a Região Pan-Amazônica. Documento Final. Amazônia: novos caminhos para a Igreja e

para uma ecologia integral. Disponível em:

roman_curia/synod/documents/rc_synod_doc_20191026_sinodoamazzonia_po.html>. Acesso em: 10 fev. 2020.

TERRIN, A.N. Antropologia e horizontes do sagrado. São Paulo: Paulus,




DOI: http://dx.doi.org/10.29386/reb.v80i316.2046

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Eclesiástica Brasileira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Instituto Teológico Franciscano
Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil