Paróquias metropolitanas: entre os sujeitos e seus hibridismos

Welder Lancieri Marchini

Resumo


O processo de construção metropolitana exerce relevante impacto sobre a vivência religiosa de seus habitantes. Partindo de tal afirmação, este artigo tem como objeto a intersecção entre o contexto metropolitano e a vivência religiosa paroquial. Para tanto, a pesquisa interpreta as condições do indivíduo metropolitano, a saber, sua individualidade, relação com as instituições e sua moral; descreve a história e as transformações das estruturas paroquiais. Consideramos que a religião em contexto de metrópole só pode ser entendida na perspectiva de uma sociedade híbrida. Como resposta à variedade de indivíduos metropolitanos, a religião assume característica de prestação de serviço, buscando atender aos mais variados públicos, que se hibridizam no ambiente paroquial.

Abstract: The process of metropolitan construction has a significant impact on the religious experience of its inhabitants. Starting from this affirmation, this article has as object the intersection between the metropolitan context and the parochial religious experience. For this the research interprets the conditions of the metropolitan individual, namely, his individuality, relation with the institutions and his moral, describes the history and the transformations of the parochial structures. We consider that religion in a metropolis context can only be understood in the perspective of a hybrid society. As a response to the variety of metropolitan individuals, religion assumes the characteristic of providing service, seeking to serve the most varied public, which hybridize in the parish environment.

Keywords: Metropolis; Catholic Christianity; Parish; Cultural hybridism; subject.


Palavras-chave


Metrópole; Cristianismo católico; Paróquia; Hibridismo cultural; Sujeito.

Texto completo:

PDF

Referências


ABUMANSSUR, E.S. O desejo, a religião e a felicidade. In: VILHENA, M.A.; PASSOS, J.D. (Org.). Religião e consumo: relações e discernimentos. São Paulo: Paulinas, 2012. p. 99-108 (Coleção religião e universidade).

ALMEIDA, A.J. de. Paróquia, comunidades e pastoral urbana. São Paulo: Paulinas, 2009.

BAUMAN, Z. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

BAUMAN, Z. Comunidade: a busca por segurança no mundo atual. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

BENEDETTI, L.R. Quem pode ter filhos. Revista Vida Pastoral. São Paulo, p. 16-20, set.-out. 1987.

BENEDETTI, L.R. A religião na cidade. In: ANTONIAZZI, A.; CALIMAN, C. (Org.). A presença da igreja na cidade. Petrópolis: Vozes, 1994. p. 61-73.

BENEDETTI, L.R. Igreja e mundo urbano. In: FERNANDEZ, J.C.

(Org.). Presença da igreja na cidade II: novos desafios e abordagens. Petrópolis: Vozes, 1997. p. 19-34.

CANCLINI, N.G. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. 4. ed. São Paulo: Editora Universidade de São Paulo, 2006 (Ensaios Latino-americanos, 1).

CARLOS, A.F.A. A cidade. 9. ed. São Paulo: Contexto, 2013. COMBLIN, J. A paróquia, ontem, hoje e amanhã. In: ID. Os sinais dos tempos e a evangelização. São Paulo: Duas cidades, 1968. p. 108-117.

FLORISTÁN, C. Para compreender la parroquia. Estella (Navarra): Verbo Divino, 2001.

GENNEP, A. Van. Os ritos de passagem. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2013 (Coleção Antropologia).

HERVIEU-LÉGER, D. O peregrino e o convertido: a religião em movimento. Petrópolis: Vozes, 2008.

LIPOVETSKY, G. A sociedade pós-moralista: o crepúsculo do dever e a ética indolor dos novos tempos democráticos. Barueri: Manole, 2005.

LIPOVETSKY, G. A felicidade paradoxal: ensaio sobre a sociedade de hiperconsumo. São Paulo: Companhia das letras, 2007.

LIPOVETSKY, G.; CHARLES, S. Os tempos hipermodernos. São Paulo: Barcarolla, 2004.

LIPOVETSKY, G.; SERROY, J. A cultura-mundo: resposta a uma sociedade desorientada. São Paulo: Companhia das letras, 2011.

MARCHINI, W.L. Religião em tempos de mudança: o cristianismo católico em contexto de metrópole. PARALELLUS Revista de Estudos de Religião – UNICAP, Recife-PE, v. 7, n. 14, p. 027-050, dez. 2016.

ISSN 2178-8162. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2019.

MIGNOLO, W.D. Histórias locais/projetos globais: colonialidade, saberes subalternos e pensamento limiar. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.

PAIS, J.M.; BLASS, L.M. da S. (Org.). Tribos urbanas: produção artística identidades. São Paulo: Annablume, 2004.

PASSOS, J.D. A religião e as contradições da metrópole: lógica e projeto. In: ID.; SOARES, A.M.L. (Org.). A fé na metrópole: desafios e olhares múltiplos. São Paulo: Paulinas; EDUC, 2009. p. 21-46. PASSOS, J.D.; SOARES, A.M.L. (Org.). A fé na metrópole: desafios e olhares múltiplos. São Paulo: Paulinas; EDUC, 2009.

SANTOS, C.A. dos. A fundação da cidade no contexto do padroado, a mística e as estratégias evangelizadoras dos jesuítas. In: VILHENA,

M.A.; PASSOS, J.D. (Org.). A igreja de São Paulo: presença católica na história da cidade. São Paulo: Paulinas, 2005. p. 21-46.

SANTOS, C.A. dos. A influência da espiritualidade inaciana na fundação da cidade de São Paulo. São Paulo: PUC-SP, 2007 (Mestrado em História).

SANTOS, M. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. Rio de Janeiro: Record, 2013.

TEIXEIRA, F.; MENEZES, R. (Org.). Religiões em movimento: o censo de 2010. Petrópolis: Vozes, 2013.

TOURAINE, A. Poderemos viver juntos? Iguais e diferentes. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

TOURAINE, A. Crítica da modernidade. 9. ed. Petrópolis: Vozes, 2009. TOURAINE, A. La fin de société. Paris: Du Seuil, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.29386/reb.v79i313.1876

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Eclesiástica Brasileira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Instituto Teológico Franciscano
Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil