Salvação do corpo. Sujeito e negatividade a partir da filosofia de Byung-Chul Han

Welder Lancieri Marchini, Renan Silva Carletti

Resumo


O presente artigo discute a noçao de corpo a partir do filósofo contemporâneo Byung-Chul Han e como ela pode oferecer caminhos para pensar a constituição do sujeito na atualidade. Partiremos da exposição dos conceitos de positividade e negatividade descritos em A Sociedade do Cansaco e em outras obras do autor. Em seguida, abordaremos a relação do corpo com a liberdade e pornografia. Por último, mostraremos como a inserção e o reconhecimento do sujeito em suas relações sociais pode sugerir um caminho possível para ultrapassar o excesso de positividade característico de nossa época.

 

Abstract: This article discusses the notion of body from the contemporary philosopher Byung-Chul Han and how it can offer ways to think about the subject’s constitution today. We will start from the exposition of the concepts of positivity and negativity described in The Burnout Socieity and other works by the author. Next, we will address the relationship of the body to freedom and pornography. Finally, we will show how the subject’s insertion and recognition in his social relations can suggest a possible way to overcome the excess of positivity characteristic of our time.

Keywords: Freedom; Pornography; Subject; Transparency.


Palavras-chave


Liberdade; Pornografia; Sujeito; Transparência.

Texto completo:

PDF

Referências


BAUMAN, Z. Amor liquido. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

HAN, B.-C. Psicopolitica: neoliberalismo y nuevas técnicas de poder. Barcelona: Herder, 2014.

HAN, B.-C. O Aroma do tempo. Lisboa: Relógio d’Água, 2016.

HAN, B.-C. Agonia do eros. Petrópolis, RJ: Vozes, 2017a.

HAN, B.-C. Sociedade da transparência. Petrópolis: Vozes, 2017b.

HAN, B.-C. Sociedade do cansaco. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2017c.

HAN, B.-C. Topologia da violência. Petrópolis: Vozes, 2017d.

HAN, B.-C. A salvação do belo. Petrópolis: Vozes, 2019a.

HAN, B.-C. Bom entretenimento. Petrópolis: Vozes, 2019b.

HAN, B.-C. Hiperculturalidade. Petrópolis: Vozes, 2019c.

HAN, B.-C. Filosofia del budismo Zen. Tritivillus, 2002.

LIPOVETSKY, G. A sociedade pós-moralista: o crepúsculo do dever e a ética indolor dos novos tempos democráticos. Barueri: Manole, 2005.

LIPOVETSKY, G. A felicidade paradoxal: ensaio sobre a sociedade de hiperconsumo. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

LIPOVETSKY, G.; SERROY, J. A cultura-mundo: resposta a uma sociedade desorientada. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

TOURAINE, A. O que e a democracia? 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1996.

TOURAINE, A. Poderemos viver juntos? Iguais e diferentes. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

TOURAINE, A. Critica da modernidade. 9. ed. Petrópolis: Vozes, 2009.

TOURAINE, A. Um novo paradigma: para compreender o mundo de hoje. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

TOURAINE, A. La fin de societe. Paris: Du Seuil, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.29386/reb.v80i316.2055

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Eclesiástica Brasileira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Instituto Teológico Franciscano
Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil