Transmissão da fé e cultura midiática. Disquisições de um teólogo católico

Sinivaldo Silva Tavares

Resumo


Após descrever o cenário atual como “cumplicidade” entre mercado, tecnociência e mídia, o objetivo que se propõe aqui é discernir desafios e chances postos pela complexa incumbência de transmitir a fé no horizonte da cultura midiática vigente, caracterizada, em modo especial, pela reconexão: um interagente constrói um conteúdo simbólico que, por sua vez, é recebido e reconhecido por outro interagente em conexão e, por conseguinte, reconstruído, mediante novas conexões, por outros interagentes ainda. Por fim, na ótica de um teólogo de tradição católica, são elencados três dos principais desafios postos por esse diálogo intercultural: oportunidade de se conceber missão como evangelização; incessante processo de deconstrução e reconstrução da catolicidade e possibilidade de ressignificar a própria catolicidade.

Abstract:After describing the current scenario as “complicity” between market, technoscience and media, the objective proposed here is to discern challenges and chances posed by the complex task of transmitting faith in the horizon of the current media culture, characterized, in a special way, by reconnection : an interactant builds a symbolic content that, in turn, is received and recognized by another interacting person in connection and, therefore, reconstructed, through new connections, by other interactants. Finally, from the perspective of a theologian with a Catholic tradition, three of the main challenges posed by this intercultural dialogue are listed: opportunity to conceive mission as evangelization; incessant process of deconstruction and reconstruction of catholicity and the possibility of reframing catholicity itself.

Keywords: Media culture; Reconnection; Evangeliztion; Catholicity.


Palavras-chave


Cultura midiática; Reconexão; Evangelização; Catolicidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSMANN, H.; HINKELAMMERT, F. A idolatria do mercado. Ensaio

sobre economia e teologia. São Paulo: Paulinas, 1989.

BAUMAN, Z. Vida para consumo. A transformação das pessoas em

mercadoria. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

CANEVACCI, M. Entrevista concedida a IHU On-Line. . Acesso em: 05 set. 2019.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2003.

GALIMBERTI, U. Psiche e techne. O homem na idade da técnica. São Paulo: Paulus, 2006.

LEMOS, A. Cibercultura – tecnologia e vida social na cultura contemporânea. Porto Alegre: Sulina, 2002.

LIPOVETSKY, G. O império do efêmero. A moda e seu destino nas sociedades modernas. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

MO SUNG, J. Idolatria do capital e a morte dos pobres. São Paulo: Paulinas, 1989.

MOREIRA, A. (Org.). O capitalismo como religião. Goiânia: Ed. da

PUC Goiás, 2012.

MOREIRA, A.; LEMOS, C.T.; QUADROS, E.G. (Org.). A religião

da mídia e a mídia da religião. Goiânia: Ed. da PUC Goiás; Gráfica e Editora América, 2012.

POLANYI, K. A grande transformação. As origens da nossa época. Rio de Janeiro: Campos, 2000.

PUNTEL, J. Cultura midiática e Igreja. Uma nova ambiência. São Paulo: SEPAC/Paulinas, 2005.

PUNTEL, J. Comunicação. Diálogo dos saberes na cultura midiática. São Paulo: SEPAC/Paulinas, 2010.

SBARDELOTTO, M. E o Verbo se fez rede. Religiosidades em reconstrução no ambiente digital. São Paulo: SEPAC; Paulinas, 2017.

SIBILIA, P. O show do Eu. A intimidade como espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto Editora, 2016.

SODRÉ, M. Antropológica do espelho: uma teoria da comunicação linear e em rede. Petrópolis: Vozes, 2002.

SPADARO, A. Ciberteologia. Pensar o Cristianismo nos tempos de rede. São Paulo: Paulinas, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.29386/reb.v80i315.2023

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Eclesiástica Brasileira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Instituto Teológico Franciscano
Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil